quinta-feira, 28 de abril de 2011

O QUE MUDOU? O QUE FALTA MUDAR?

Os vídeos abaixo denunciaram os maus tratos ocorridos no CCZ de São Paulo, e foram transmitidos em 2009 numa série de reportagens da Rede Record 
  
video  
                   10/03/09                                    29/04/09        


REDE RECORD - Denuncias de maus tratos            RECORD - Manifestação CCZ: Muda ou                   
                    no CCZ de São Paulo                                                               Fecha                                               


Veja como está a situação dos animais dos canis individuais que aparecem nas reportagens hoje, depois de dois anos, em recent matéria exibida na Rede Record, em 28/09/11, ou veja  as fotos clique aqui



28/09/11

REDE RECORD - Prefeitura é investigada criminalmente 
por maus tratos a animais dentro do CCZ de São Paulo



Saiba porquê a Prefeitura foi denunciada no Ministério Público De Meio Ambiente, e agora no Ministério Público Criminal, clique aqui.


Leia o Laudo Tecnico da perita judicial, que concluiu os maus tratos aos animais confinado na ala dos canis individuais, clique aqui.


Saiba de quem é a culpa e como você pode ajudar, clique aqui


Reconhecemos o trabalho, esforço e desdobramento de alguns funcionários do CCZ-SP em tentar minimizar o sofrimento dos animais confinados nos canis individuais.


A culpa por essa situação de maus tratos e cruel agressão mental, conforme o laudo técnico, não é dos funcionários e sim da COVISA que mesmo com verbas disponíveis não teve competência ou vontade de mudar a situação, e preferiu devolver o dinheiro aos cofres públicos, e também da PREFEITURA DE SÃO PAULO que fechou os alhos para a situação.


CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES DE SÃO PAULO

Saiba o que mudou e o eu falta mudar para os animais.

Em Abril de 2009, depois de diversas denuncias de maus tratos ocorridos dentro do Órgão Público, cerca de 600 pessoas se uniram na porta do CCZ de São Paulo para cobrar mudanças da Prefeitura.

Depois dessa manifestação o gerente do órgão foi afastado, houveram algumas mudanças internas e o Prefeito Gilberto Kassab anunciou a criação do PROBEM, com uma série de promessas.



Em Julho de 2010, muitas dessas promessas ainda não tinham sido cumpridas. Mais uma vez a Comissão de Protetores dos Animais alertou a população sobre o descaso da Prefeitura com os animais da cidade. Dessa vez a manifestação foi via emails e abaixo assinado, quando cerca de duas mil pessoas cobraram do Prefeito o cumprimento dos compromissos assumidos. Depois disso, algumas mudanças aconteceram e outras, porém, ainda estão esquecidas.


Veja algumas das reivindicações da sociedade que o Prefeito prometeu atender:

TOLDOS DE PROTEÇÃO CONTRA O FRIO - CUMPRIU

Os toldos foram colocados.

PALLETS PLÁSTICOS PARA PROTEÇÃO NO SOLO DOS CANÍS. - CUMPRIU

Foram cotados mas não comprados.

MEDICAMENTOS - PARCIAL

Atualmente ocorre menos falta de medicamentos para os animais dentro do órgão, porém temos a informação de quealgumas vezes os funcionários e voluntários tem que comprar medicamentos com recursos próprios,


CASTRAÇÕES GRATUITAS PARA ANIMAIS - CUMPRIU

A prefeitura disponibilizou cerca de 100 mil castrações para animais da população. O grande problema é o fato de que o munícipe ter que ir ao CCZ, na Zona Norte da cidade, para fazer o cadastro. A descentralização deste serviço prometida, não aconteceu.


CASTRAÇÕES GRATUITAS PARA ANIMAIS DE PROTETORES - CUMPRIU

Em número muito aquém da necessidade, as castrações são oferecidas semanalmente aos protetores que se inscreverem no programa junto ao órgão, porém não atendem à demanda de animais.


DESCENTRALIZAÇÃO PARA INSCRIÇÕES DE CASTRAÇÕES GRATUITAS - PARCIAL


Até meados de Fevereiro de 2011, para conseguir uma castração é necessário que o munícipe vá até o CCZ, que fica na Zona Norte - Carandirú- se cadastrar.


A solicitação era antiga, e a descentralização deste serviço prometida somente aconteceu cerca de dois anos depois de oficialmente solicitada à prefeitura.


Hoje além do CCZ, é possível fazer o cadastramento nas SUVIS: Ermelino Matarazzo, São Mateus e Parelheiros.


A solicitação, e a necessidade, é que este serviço funcione em todas as subprefeituras


AQUISIÇÃO DE MICROCHIPS - PARCIAL

A Prefeitura de São Paulo comprou 120 mil Microchips, porém, como não existe um sistema acessível de consulta na cidade de São Paulo, torna-se inútil microchipar animais se não há como identificá-los posteriormente.


NÚCLEO DE BEM ESTAR ANIMAL NASDEPENDÊNCIAS DO ÓRGÃO E REFORMA -NÃO CUMPRIU

A construção do núcleo é indispensável para diminuir o sofrimento e maus tratos a que os animais ainda são submetidos nas dependências do órgão.

A obra do novo núcleo inicialmente prometida para 2009, reprometida para Dezembro de 2010, continua sendo postergada e agora tem prazo previsto para conclusão em junho de 2011.

Em Junho de 2011 a obra foi paralisada novamente.


REFORMA E AMPLIAÇÃO DO CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES - NÃO CUMPRIU


Pisos quebrados, portões enferrujados, instalações elétricas deterioradas e muito mais, continuam colocando em risco os animais, funcionários e voluntários do órgão.

A verba disponível para a "Reforma e Ampliação do Centro de Controle de Zoonoses" que era de R$ 4.735.000,00, destinada para a construção do Núcleo de Bem Estar Animal, não foi utilizada no ano de 2010, por falta de organização e vontade política.


Logo depois dos protetores denunciarem a perda das verbas, já no início de 2011, as obras de reforma foram iniciadas.

DESCENTRALIZAÇÃO DO CCZ - NÃO CUMPRIU

A construção de quatro núcleos regionais foi prometida em 2001 e é fundamental devido ao tamanho da cidade. Até o momento nem projeto para isso foi apresentado.
 
CONSTRUÇÃO DE CENTROS DE CONTROLE REPRODUTIVO - PARCIAL

Em 2010 foi inaugurado somente 1 em São Mateus. 


A câmara dos vereadores destinou verba de R$3.000.000,00 para construção dos centros cirúrgicos nas subprefeituras, porém esse recurso também foi perdido por falta de gestão, planejamento e vontade política. 
  
ANIMAIS ESTIGMATIZADOS (PITBULLS, ROTWEILLERS E OUTROS DE GRANDE PORTE)
NÃO CUMPRIU

Em Maio de 2009 a coordenadora do PROBEM apresentou projeto que pretendia retirar os cães de grande porte do confinamento atual. Esses animais ficam em canis com aproximadamente 1 metro quadrado.

Foi prometido ainda que os animais seriam ressocializados e adestrados, para serem reinseridos na sociedade. 

O projeto previa que a ala destes animais seria totalmente reformada, a fim de receber novos cães em melhores condições para proporcionar o bem estar necessário.


Até o momento apenas 8 canis foram quebrados e reformados tendo o seu tamanho dobrado, isso aconteceu por iniciativa de funcionários, que não conseguiam mais ser conviver com a situação, ainda faltam pelo meno 120 canis. Clique aqui e saiba mais


CAMPANHA PARA CASTRAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO PRIORITÁRIA DOS CÃES ESTIGMATIZADOS COMO AGRESSIVOS - NÃO CUMPRIU



Em Maio de 2009, a sociedade solicitou um projeto de castração gratuita e identificação prioritária para os animais estigmatizados (animais de grande porte). O objetivo era conter o constante abandono dos mesmos e permitir a identificação dos proprietários.

De imediato a proposta foi aceita pela coordenadoria do PROBEM, que prometeu implementação imediata.


JÁ SE PASSARAM 23 MESES E NADA, vinte e tres meses são 690 dias. Quantos dias um ser vivo suporta ser confinado naquelas condições? Por quanto tempo mais a condição daqueles animais será ignorada pelas autoridades de São  Paulo? 

Até o momento nada foi feito neste sentido.

LEI ESTADUAL 129616/08 - EM ALERTA

Agressivo, antisocial, caquexia, destruidor de comedouros

Em Janeiro de 2010, os defensores dos animais tiveram acesso aos laudos de eutanásia realizados entre 30 de Abril (data em que a lei foi sancionada) e 31 de Dezembro.

Foram solicitadas a cópia de cerca de mil laudos para saneamento de dúvidas.


Em Fevereiro e Março de 2011 os defensores voltaram ao órgão para analisar os laudos de eutanásia referentes ao ano de 2010, e o número solicitado foi bem menor.


Para garantir que a Lei Estadual seja cumprida, existe a necessidade de acompanhamento constante.

MAIS PERDA DE VERBAS - NÃO CUMPRIU

Com um orçamento de mais de 14 milhões de reais em 2010, o Centro de Controle de Zoonoses praticamente nada fez para melhorar suas instalações e as condições dos animais e funcionários.

A verba anual para “Operação e Manutenção” do Centro de Controle de Zoonoses é de R$ 6.380.000,00, deste montante foi utilizado cerca de 1,3 milhões, enquanto reformas necessárias não foram feitas.


Para o ano de 2011 o CCZ conta com uma verba superior a 13 milhões.




O PROGRAMA DE ADOÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO CONTINUADO
NÃO CUMPRIU

O CCZ não tem um programa efetivo de doação de animais, o programa atual é inificiente para a 2ª metrópole do mundo.

Dessa forma, não existe a rotatividade necessária para que outros animais sejam beneficiados, e os alojamentos disponíveis encontram-se superlotados.




SITE DO PROBEM - NÃO CUMPRIU

A promessa feita no anuncio do PROBEM da criação um site atualizado que incentivasse a adoção e a posse responsável, foi parcialmente cumprida.


Desde sua criação, em 2009, o site permanece estagnado e sem atualizações. Os animais que estão divulgados para adoção, cerca de 28 apenas enquanto o CCZ possui mais de 400 animais para adoção, constam todos como "ADOTADO".


CAMPANHAS NA TV - NÃO CUMPRIU


Logo após o lançamento do PROBEM, foi prometido uma série de campanhas publicitárias na TV, o que aconteceu porém foi apenas uma campanha, em 2009, falando do Abandono, o que por sinal incentivou ao munícipe a abandonar mais, e não tivemos até hoje as campanhas de ADOÇÃO, POSSE RESPONSÁVEL E CASTRAÇÃO prometidas.


As campanhas de conscientização foram totalmente paralisadas



A única ONG, Natureza em Forma, que retirava animais do CCZ para serem doados em feiras externas, foi impedida de continuar este trabalho por problemas burocráticos que poderiam ter sido facilmente resolvidos.

RESPONDA NOSSA ENQUETE ABAIXO


O QUE VOCÊ ACHA DA ALA DOS PITBULLS DO CCZ?